Sábado, 28 de Abril de 2007

130 sobreviventes da Shoah morrem diariamente no mundo

As últimas testemunhas do horror nazi desaparecem dia após dia, ao contrário do anti-semitismo que aumenta de forma inquietante. O instituto responsável pelas pesquisas sobre o racismo e o anti-semitismo da Universidade de Televive publicou um relatório que revela que o ano de 2006 foi o ano recorde em número de actos anti-semitas em todo o mundo, em comparação com os últimos seis anos. Segundo o relatório, cerca de 590 actos violentos contra judeus foram registados em todo o mundo (406 em 2005). O mais inquietante é a multiplicação do número de violências físicas; em 2006 foram registadas 269 agressões físicas contra 132 em 2005. A maioria das agressões foi praticada por pessoas de religião muçulmana. Os países com maior número de actos anti-semitas são a Grã-Bretanha, a Austrália, a França e o Canadá.
publicado por MJ às 20:57
link do post | comentar

Coordenação

MJ
Lisboa, Portugal

Perfil Completo

Contacto

europae65@gmail.com

Links

Tags

todas as tags

Posts Recentes

A Vida dos Livros por Gui...

Os Justos das Nações

Para Saul Friedländer, o ...

Enciclopédia do Holocaust...

Diabólica alquimia totali...

I conferência sobre o Hol...

Friedländer homenageado n...

A Vanguarda do Horror

«Shoah» de Claude Lanzman...

Uma obra dedicada à juven...

A banalização do Mal ou q...

Aristides de Sousa Mendes...

Ensinar o Holocausto aos ...

Somos todos Judeus

Os «Protocolos dos Sábios...

Charlotte Salomon

Um oficial do Exército al...

Holocausto: uma obsessão ...

"Memória do Holocausto". ...

Yad Vashem distinguido na...

Arquivo do Blog

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

blogs SAPO

Subscrever feeds