Domingo, 1 de Julho de 2007

As rotas da morte

As linhas mostram as rotas de transporte para os campos de concentração dos prisoneiros assinalados no mapa.
Os gráficos refletem os censos da população judaica realizados em 1937 na Europa e em 1939 na União Soviética. A parte mais escura representa o número de judeus mortos.
Na Jugoslávia, Roménia, Holanda e Polónia a população judaica foi praticamente exterminada. Proporcionalmente, na Alemanha salvaram-se mais de metade dos judeus.

Muitos escaparam graças a subterfúgios e a amizades, outros por estarem casados com alemães, sobreviveram suportando misérias e penúrias mas não foram exterminados nem conduzidos a campos de extermínio.
publicado por MJ às 00:02
link do post | comentar
1 comentário:
De BIOGRAFÍAS a 1 de Julho de 2007 às 04:51
Como describes en una de la etiquetas "Rutas de la muerte".
Mantengamos viva la memoria.

Te envío un abrazo.
Daniel Dañeiluk
www.biografas.blogspot.com
(El Ojo Protestante dejó de existir)


Comentar post

Coordenação

MJ
Lisboa, Portugal

Perfil Completo

Contacto

europae65@gmail.com

Links

Tags

todas as tags

Posts Recentes

A Vida dos Livros por Gui...

Os Justos das Nações

Para Saul Friedländer, o ...

Enciclopédia do Holocaust...

Diabólica alquimia totali...

I conferência sobre o Hol...

Friedländer homenageado n...

A Vanguarda do Horror

«Shoah» de Claude Lanzman...

Uma obra dedicada à juven...

A banalização do Mal ou q...

Aristides de Sousa Mendes...

Ensinar o Holocausto aos ...

Somos todos Judeus

Os «Protocolos dos Sábios...

Charlotte Salomon

Um oficial do Exército al...

Holocausto: uma obsessão ...

"Memória do Holocausto". ...

Yad Vashem distinguido na...

Arquivo do Blog

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

blogs SAPO

Subscrever feeds