Segunda-feira, 30 de Abril de 2007

André Trocmé

Desafiando o governo colaboracionista de Vichy, os habitantes de Le Chambon-sur-Lignon esconderam nas suas casas 5000 judeus, na maioria crianças. Deram-lhes refúgio, identificações falsas, educação para os filhos, cartas da racionamento e transporte seguro para a Suíça. Descendentes dos huguenotes, os primeiros protestantes da França católica, sabiam o que eram estar na pele dos perseguidos. Sob a liderança do jovem padre André Trocmé, o povo de Chambon sentiu que era seu dever ajudar as pessoas necessitadas, sem pensar que as suas acções podiam ser heróicas ou perigosas.

Biografia de André Trocmé
publicado por MJ às 10:06
link do post | comentar

Coordenação

MJ
Lisboa, Portugal

Perfil Completo

Contacto

europae65@gmail.com

Links

Tags

todas as tags

Posts Recentes

A Vida dos Livros por Gui...

Os Justos das Nações

Para Saul Friedländer, o ...

Enciclopédia do Holocaust...

Diabólica alquimia totali...

I conferência sobre o Hol...

Friedländer homenageado n...

A Vanguarda do Horror

«Shoah» de Claude Lanzman...

Uma obra dedicada à juven...

A banalização do Mal ou q...

Aristides de Sousa Mendes...

Ensinar o Holocausto aos ...

Somos todos Judeus

Os «Protocolos dos Sábios...

Charlotte Salomon

Um oficial do Exército al...

Holocausto: uma obsessão ...

"Memória do Holocausto". ...

Yad Vashem distinguido na...

Arquivo do Blog

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

blogs SAPO

Subscrever feeds