Domingo, 15 de Abril de 2007

Distensão numa relação ainda frágil

O núncio apostólico, monsenhor Antonio Franco, anunciou à agência Ansa, e citado pelo La Repubblica, que participaria nas comemorações das vítimas do Holocausto, previstas para esta noite no Yad Vashem, contrariando a intenção de não participar em protesto pela legenda que memorial colocou na foto do Papa Pio XII.
O volte face deu-se quando o presidente do Yad Vashem, Avner Shalev, escreveu ao núncio prometendo-lhe «reconsiderar o modo como o papa Pio XII é apresentado».
«Nunca tive intenção de dissociar-se das celebrações mas simplesmente chamar a atenção para o modo como o papa é apresentado. Assim não há motivo para manter esta tensão e, portanto, participarei na cerimónia», concluiu Monsenhor Franco.
publicado por MJ às 19:24
link do post | comentar
1 comentário:
De Kiki Anahory Garin a 16 de Abril de 2007 às 01:29
Considero que estas trocas e baldrocas da Igreja católica em nada a dignificam. Mas pelo menos, o bom senso prevaleceu...

Beijos
Kiki


Comentar post

Coordenação

MJ
Lisboa, Portugal

Perfil Completo

Contacto

europae65@gmail.com

Links

Tags

todas as tags

Posts Recentes

A Vida dos Livros por Gui...

Os Justos das Nações

Para Saul Friedländer, o ...

Enciclopédia do Holocaust...

Diabólica alquimia totali...

I conferência sobre o Hol...

Friedländer homenageado n...

A Vanguarda do Horror

«Shoah» de Claude Lanzman...

Uma obra dedicada à juven...

A banalização do Mal ou q...

Aristides de Sousa Mendes...

Ensinar o Holocausto aos ...

Somos todos Judeus

Os «Protocolos dos Sábios...

Charlotte Salomon

Um oficial do Exército al...

Holocausto: uma obsessão ...

"Memória do Holocausto". ...

Yad Vashem distinguido na...

Arquivo do Blog

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

blogs SAPO

Subscrever feeds